Show simple item record

dc.contributor.authorDe Sousa, Rodrigo
dc.date.accessioned2014-01-10T08:09:26Z
dc.date.available2014-01-10T08:09:26Z
dc.date.issued2012
dc.identifier.citationDe Sousa,R. 2012. Gramatização, ideologia e as raízes das tecnologias linguísticas. Cadernos de Saúde Pública; Cadernos do il, 44(6):149-164. [http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=0102-311X&lng=en&nrm=iso http://seer.ufrgs.br/cadernosdoil]en_US
dc.identifier.issn0102-311X
dc.identifier.issn1678-4464
dc.identifier.issn0104-1886
dc.identifier.issn2236-6485
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10394/9900
dc.identifier.urihttp://seer.ufrgs.br/cadernosdoil/article/viewFile/28126/pdf
dc.description.abstractNo presente trabalho, fazemos alguns apontamentos sobre como o processo de gramatização da língua veio a instaurar um distanciamento na reflexão linguística entre a língua e sua utilização concreta. Argumentamos que esse distanciamento foi efetivado pelo desenvolvimento de tecnologias de apropriação da linguagem que excluem do pensamento linguístico a reflexão sobre os contextos sociais ou situações de enunciação. Propomos que a prevalência destas tecnologias se deve a sua eficácia em descrever as regularidades linguísticas e possibilitar seu domínio instrumental. Ao mesmo tempo, estes processos instauram um apagamento da situação social de utilização da linguagem por meio de um processo ideológico que mascara as reais condições de produção da linguagem e converte a reflexão linguística em instrumento de poder e dominação.en_US
dc.description.urihttp://seer.ufrgs.br/cadernosdoil/article/viewFile/28126/pdf
dc.language.isootheren_US
dc.publisherEscola Nacional de Saúde Públicaen_US
dc.subjectGramatizaçãoen_US
dc.subjectideologiaen_US
dc.subjecttecnologias linguísticasen_US
dc.titleGramatização, Ideologia E As Raízes Das Tecnologias Linguísticasen_US
dc.typeArticleen_US


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record